5 de dez de 2016

Hoje às 22h , a TVT estreia o programa CRÔNICA DE AMÉRICA!

Hoje às 22h , a TVT estreia o programa CRÔNICA DE AMÉRICA!!!

Programa semanal de 1 hora conduzido de um estúdio pelo jornalista Victor Hugo Morales, jornalista uruguaio residente na Argentina, sobre o panorama político, social, cultural e econômico da América Latina a partir de fatos da semana ocorridos em diferentes países da região analisando-os como parte de um processo coletivo com avanços e retrocessos. O programa terá ainda, matérias, entrevistas, discussões e uma agenda com fóruns e encontros relevantes em nível político e cultural latino-americano.


Crônicas de América:
Inédito: Segundas : 22h
Reprises: Terças : 4h30 e Domingos: 23h


Como assistir a TVT:
- Canal 8.1 – UHF digital (São Paulo e Grande São Paulo)
- Canal 12 NET – (ABC)
www.tvt.org.br


Estréia na TVT: Programa Crônica de América

https://www.youtube.com/watch?v=2NKaomq0uk8


Tem novidade aqui na TVT. Estreia na segunda-feira, às dez da noite, o programa Crônica de América. É um programa semanal, de uma hora, com reportagens, entrevistas e debates, conduzido por Victor Hugo Morales, jornalista uruguaio que vive na Argentina. O "Crônica de América" vai abordar o panorama político, social, cultural e econômico da América Latina, a partir de fatos da semana, em diferentes países da região. As reportagens sobre o Brasil serão produzidas pelo nossa equipe, aqui da TVT.

Leia mais:

http://www.tvt.org.br/estreia-na-tvt-programa-cronica-de-america/


———————————————–

Assine nosso Canal e não perca nenhum conteúdo.

Inscreva-se: https://www.youtube.com/user/redetvt

Conteúdos Exclusivos:
Site: http://www.tvt.org.br/
Facebook: https://www.facebook.com/redetvt
Twitter: https://twitter.com/redetvt
G+: https://plus.google.com/+redetvt/posts


"Os Biomas Brasileiros e a Teia da Vida. 14ª Páscoa IHU"

Anualmente o Instituto Humanitas Unisinos - IHU propõe por ocasião do período da Páscoa uma programação de atividades acadêmicas que envolve diálogos e debates sobre temas relevantes da atualidade. Já em sua 14ª edição, em 2017 essa programação terá como fio condutor o tema "Biomas Brasileiros: A Teia da Vida", tendo em vista estudar transdisciplinarmente os biomas brasileiros, considerando suas características, demandas e desafios atuais de proteção da sua megabiodiversidade, suas inter-relações, potencialidades, situações de riscos e sua importância para a vida no Planeta. Objetivo Geral – Analisar transdisciplinarmente os biomas brasileiros, considerando suas características, inter-relações, potencialidades, situações de riscos e sua importância para a vida no Planeta. 


Já estão abertas as inscrições para o ciclo "Os Biomas Brasileiros e a Teia da Vida. 14ª Páscoa IHU", onde serão analisados transdisciplinarmente os biomas brasileiros, considerando suas características, inter-relações, potencialidades, situações de riscos e sua importância para a vida no Planeta.

Confira alguns dos conferencistas confirmados:

– Demétrio de Freitas Xavier – Locutor da FM Cultura e apresentador da TVE Piratini, Porto Alegre/RS
– Prof. Dr. Pierre Girard – Universidade Federal do Mato Grosso – UFMT
– Cláudio Ângelo – Observatório do Clima
– Prof. Dr. Altair Sales Barbosa – Pontifícia Universidade Católica de Goiás – PUC Goiás
– MS Rodrigo Castro – Aliança da Caatinga e a Associação Caatinga
– Prof. Dr. José Roque Junges – Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS



30 de nov de 2016

Seminário Estadual “Comunicação, Democracia e Resistência” começa nesta quinta

30 novembro, quarta-feira, 2016 às 11:46 am


capa

Começa nesta quinta-feira (1º), às 9h, o Seminário Estadual "Comunicação, Democracia e Resistência",  no auditório da Fetrafi-RS (Rua Fernando Machado, 820), no centro de Porto Alegre. Após a solenidade de abertura, terá início a primeira mesa temática "O Brasil e a Comunicação que queremos", com o sociólogo Emir Sader e o professor e pesquisador Pedrinho Guareschi. O evento conta com 150 inscritos, dentre jornalistas, dirigentes sindicais e ativistas sociais.

O evento é organizado pela CUT-RS, Sindicato dos Jornalistas (Sindijors), Sinpro-RS, Fetrafi-RS e Federação dos Metalúrgicos (Ftm-RS), em parceria de várias federações e sindicatos estaduais, com o apoio da CUT Nacional, Escola Sul da CUT e do Comitê Gaúcho do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC).

Estará presente o secretário nacional de Comunicação da CUT, Roni Barbosa.

Painel com Franklin Martins

As inscrições foram encerradas por falta de espaço no auditório, mas quem não conseguiu poderá participar do painel com o jornalista e ex-ministro Franklin Martins, que será realizado com entrada franca nesta quinta, às 19h, no Teatro Dante Barone, na Assembleia Legislativa.

Franklin no cartaz

Franklin trabalhou no Jornal do Brasil, O Globo, o Estado de São Paulo, nas rádios CBN e Bandeirantes, no SBT, na TV Globo e na TV Bandeirantes. Foi correspondente do Jornal do Brasil em Londres. Durante o segundo mandato do presidente Lula, ocupou o cargo de ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

Durante a ditadura militar, ele foi um dos principais dirigentes do movimento estudantil brasileiro em 1968. Participou ativamente da luta pela redemocratização do país, vivendo cinco anos e meio na clandestinidade e cinco anos e meio no exílio.

Mídia em debate

A manipulação mídia tradicional e a construção de novas mídias estarão em discussão no seminário, que terá cinco mesas temáticas e três oficinas, com a participação de jornalistas, cientistas políticos, radialistas, professores, pesquisadores e ativistas digitais, como Emir Sader (foto), Juremir Machado da Silva, Moisés Mendes, Pedrinho Guareschi, Celso Schroeder, Renata Mieli, Paulo Salvador, Roni Barbosa, Vera Gasparetto, Guilherme Oliveira, Luiz Damasceno, Ediane Oliveira, Beatriz Fagundes, Carmen Crochemore e Lúcio Uberdan.

Emir Sader3

Estarão em debate temas como o Brasil e a comunicação que queremos, a política e a comunicação, a mídia alternativa e independente e o ativismo digital, a democratização da comunicação, as mídias sociais e a formação de redes,  a mulher na mídia, a rádio comunitária e o vídeo independente, e os desafios da comunicação sindical.

"Tenho certeza de que será um seminário que contribuirá, e muito, para que o movimento sindical possa avançar na comunicação dos trabalhadores e na luta destemida pela democratização da mídia, nestes tempos de resistência ao golpe parlamentar, jurídico, empresarial e midiático", projeta o secretário de Comunicação da CUT-RS, Ademir Wiederkehr.

Veja a programação completa:

Seminário Estadual

COMUNICAÇÃO, DEMOCRACIA, RESISTÊNCIA

1º de dezembro – Quinta-feira

8h30 – Início do credenciamento

9h – Abertura do evento com a participação na mesa das entidades parceiras na promoção e organização.

10h – Mesa temática de abertura "O Brasil e a Comunicação que queremos" com o sociólogo Emir Sader e o professor e pesquisador Pedrinho Guareschi.

12h – Intervalo para almoço

14h – Oficina sobre "Mídias Sociais e formação de redes" – ativista digital Lúcio Uberdan e jornalista Luiz Damasceno (colaborador da Mídia Ninja);

14h – Oficina sobre "Rádio comunitária e vídeo independente" – jornalistas Ediane Oliveira (RádioCom de Pelotas) e Guilherme Oliveira (Correria/TVT)

14 h – Oficina sobre "Mulher, mídia e poder" – jornalista Vera Gasparetto, da Escola Sul da CUT, e radialista Beatriz Fagundes (Manawa – Rádio Web)

16h – Intervalo para cafezinho

16h30 – Mesa temática "Política e Comunicação" com os jornalistas Juremir Machado da Silva e Moisés Mendes.

18h30 – Deslocamento para a Assembleia Legislativa

19h – Painel aberto ao público com o jornalista e ex-ministro Franklin Martins sobre o tema: "Comunicação, Democracia e Resistência" no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa


2 de dezembro – Sexta-feira

9h – Mesa temática "Democratização da Comunicação" com os jornalistas Celso Schroeder (diretor da FENAJ) e Renata Miele (coordenadora do FNDC);

10h30 – Intervalo para cafezinho

11h – Mesa temática "Mídia Alternativa e ativismo digital" com Carmen Crochemore (Sul21) e jornalista Paulo Salvador (Rede Brasil Atual/TVT).

12h30 – Intervalo para almoço

14h – Mesa temática "Desafios da Comunicação Sindical" com o secretário de Comunicação da CUT Nacional, Roni Barbosa, o secretário de Comunicação da CUT/RS, Ademir Wiederkehr, o diretor do Sinpro/RS, Marcos Fuhr, a diretora do SindBancários, Ana Guimaraens, e outros sindicatos.

16h30 – Encerramento

Organização

 

Fonte: CUT-RS



29 de nov de 2016

NOTA DE REPÚDIO A PEC 55 (EX-PEC 241)

NOTA DE REPÚDIO A PEC 55 (EX-PEC 241)


O Centro de Estudos, Pesquisa e Direitos Humanos (CEPDH) torna público nosso repúdio à PEC 55/2016, já aprovada na Câmara de Deputados (PEC 241/2016), que congela os gastos públicos por 20 anos, o que deve afetar, entre outros investimentos, aqueles em educação, saúde, produção de alimentos, cultura e segurança.

A PEC 55 fere a soberania e o voto popular e irá aprofundar a desigualdade e injustiça social.

Cumpre esclarecer que a PEC 55 está em desacordo com o disposto na Constituição Brasileira de 1988, que dá ampla garantia aos direitos fundamentais, estabelecendo que as normas definidores dos direitos e garantias fundamentais têm aplicação imediata (art. 5º, §1º, CF/88), e que não admite deliberação e proposta de emenda que pretenda abolir os direitos e garantias fundamentais (artigo 60, §4º, IV, CF/88). Todavia, o Princípio de Proibição de Retrocesso Social, implícito na Constituição brasileira de 1988, veda a supressão ou a redução de direitos fundamentais.

Assim, reiteramos nosso compromisso com os direitos sociais e fundamentais e repudiamos a PEC 55 que impacta gravemente a sociedade, e trará graves danos aos direitos sociais e fundamentais e a sociedade brasileira.

NÃO À PEC 55!

Caxias do Sul, 29 de novembro de 2016.

Centro de Estudos, Pesquisa e Direitos Humanos (CEPDH)



16 de nov de 2016

Ainda existem perseguidos políticos no Brasil

Ainda existem perseguidos políticos no Brasil

O documentário tem por objetivo fomentar o debate sobre a ausência de uma efetiva transição democrática no Brasil, pós Ditadura Civil-Militar implantada no País a partir de 1964. O filme faz parte da programação da Mostra de Cinema Marcas da Memória.
----------------------------------------------------------------------------------
Titulo Original: Ainda hoje existem perseguidos políticos
Pais: Brasil
Ano: 2012
Genero: Documentário
Direcao: Der Coletivo Catarse
Duracao: 54
Censura: 10 anos

Publicado em 3 de abr de 2014

5 de nov de 2016

Ato em solidariedade ao MST

Ato em solidariedade ao MST e contra a criminalização dos movimentos populares na Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF)


4 de nov de 2016

Não queremos que o Brasil seja reconhecido como um país que nega o livre direito de manifestação e o livre pensar.

Ao Secretário da Segurança Pública do Estado de São Paulo


Excelentíssimo Senhor Secretário,

É com muita preocupação que estamos acompanhando a ação de cerco à Escola de Formação Florestan Fernandes, a cidade de Guararema, São Paulo. Relatos dão conta de que a ação foi truculenta, inclusive com tiros. Temos informações que o cerco inicial foi realizado sem mandado de prisão. 

Expressamos nossa contrariedade com essa ação e pedimos parcimônia e diálogo. 

A Escola de Formação Florestan Fernandes é um centro de educação reconhecido não somente no Brasil, mas na América Latina e em outros países do mundo. É incontestável a seriedade de seu trabalho de educação realizado. 

Imploramos pelo bom senso. Não queremos que o Brasil seja reconhecido como um país que nega o livre direito de manifestação e o livre pensar. 

Estamos nos aproximando cada vez do autoritarismo e totalitarismo de Estado, que aniquila qualquer tipo de manifestação e pensamento destoante do pensamento hegemônico. 

A Escola de Formação Florestan Fernandes oferece ensino de qualidade para jovens pobres oriundos de zonas rurais dos mais diferentes países. Pedimos respeito a esse Centro de Formação que é referência mundial.

Atenciosamente, 

Centro de Estudos, Pesquisa e Direitos Humanos

Em cada diferença, a igualdade